A Inovação Empresarial é o resultado dos esforços de uma empresa para desenvolver novos produtos, serviços, modelos de negócios ou processos em que os seus clientes conseguem ver uma mais valia nos mesmos. A inovação não é meramente uma invenção pois tem de provar o seu valor no mercado.

Medir a inovação é sempre uma tarefa difícil devido ao âmbito alargado das atividades inovadoras. O output principal resultante de um processo de inovação é o sucesso da empresa. Este sucesso pode ser medido em termos de lucros, quota de mercado, produtividade, entre outros. Embora estes sejam indicadores que não podem ser diretamente atribuídos ao grau de inovação da empresa é possível encontrar uma grande correlação entre a evolução positiva destes indicadores e um investimento em inovação.

A inovação não deve no entanto ser entendida como fortuita ou ocasional. É necessário criar mecanismos de gestão da tecnologia e da inovação que envolvam o processo de desenvolvimento tecnológico, a aplicação da tecnologia em produtos ou processos e a adoção e difusão tecnológica na empresa.

A gestão da tecnologia e da inovação é uma nova área de conhecimentos, que combina elementos das áreas da engenharia industrial com técnicas de gestão. Estes conhecimentos são necessários às empresas para que estas possam maximizar os benefícios no uso da tecnologia bem como no seu desenvolvimento, criando assim condições para uma maior competitividade no mercado.

A gestão de tecnologia e inovação engloba as seguintes vertentes:
– gestão estratégica;
– gestão da investigação e desenvolvimento, incluindo determinação da viabilidade económica de projetos de I&D;
– gestão do processo de desenvolvimento de novos produtos ou serviços;
– gestão dos fatores que influenciam o sucesso da introdução de inovações tecnológicas no mercado ou na empresa;
– gestão da transferência de tecnologia entre a empresa e entidades externas;
– gestão de aprovisionamentos tecnológicos;
– gestão de design para engenharia;
– gestão da qualidade nos produtos e nos processos;
– gestão de recursos humanos.

Fonte: Enterprise Europe Network