O Instituto Português da Qualidade (IPQ) publicou no passado dia 16 de dezembro a NP ISO 45001:2019 – Sistemas de Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho – Requisitos e orientações para a sua utilização.

As principais alterações relativamente à OSHAS 18001:2007 são:

  • Nova estrutura HLS alinhada com outros padrões ISO;
  • O contexto da organização e as expectativas das partes interessadas são particularmente importantes;
  • Abordagem de risco e oportunidade;
  • Abordagem ao Processo;
  • Introduz novos conceitos como o bem-estar do trabalho, risco e oportunidades de SGSST;
  • Linguagem mais acessível ao setor de serviços, para isso falamos sobre identificação de riscos e controle de riscos ao invés de perigos;
  • A Gestão da Segurança é estendida a todas as operações da organização, aumentando a liderança da gestão e a participação dos trabalhadores;
  • Liderança e fortalecimento da consulta / participação;
  • Avaliar / melhorar o desempenho da SST, Novas noções de eficácia;
  • Revisão do local de trabalho e trabalhador;
  • Foco especial ao controlo das atividades subcontratadas e do pessoal externo em relação à SST;
  • Comunicação à entidade certificadora sobre acidentes graves ou uma violação grave da regulamentação;
  • Maior presença dos serviços de segurança e saúde no trabalho nas reuniões de encerramento das auditorias;
  • Horário normal e fora do normal;
  • Maior amostragem dos entrevistados.
ISO 45001:2019 OSHAS 18001:2007
Foco na interação entre a Organização e o seu ambiente de negócio (contexto organizacional) Foco na gestão dos perigos e de outros aspetos internos identificados no sistema de gestão de SST
Dinâmica em todas as cláusulas Não é dinâmica
Considera riscos e oportunidades Orientada exclusivamente para os riscos
Considera os pontos de vista das partes interessadas Omissa quanto às partes interessadas

Para mais informações, envie e-mail para [email protected]