Seguro de Acidentes de Trabalho | Teletrabalho

O recurso ao teletrabalho foi inicialmente considerado como meio de prevenção e contenção da situação epidemiológica relacionada com o COVID-19. Com o fim do estado de emergência e o controlo cada vez maior da pandemia, para muitas empresas será uma prática a manter.

Para efeitos do seguro de acidentes de trabalho, no regime de teletrabalho, considera-se:

– Local de trabalho: todo o lugar em que o trabalhador se encontra ou deva dirigir-se em virtude do seu trabalho e em que esteja direta ou indiretamente, sujeito ao controlo do empregador.

− Tempo de trabalho: além do período normal de laboração, o que preceder o seu início, em atos de preparação ou com ele relacionados, e o que se lhe seguir, em atos também com ele relacionados, e ainda as interrupções normais ou forçosas de trabalho.

Neste sentido, o trabalhador em regime de teletrabalho tem os mesmos direitos e deveres dos restantes trabalhadores, nomeadamente no que se refere à reparação de danos que resultem de acidente de trabalho.

No entanto, nas situações em que o trabalhador passe a prestar o seu trabalho em regime de teletrabalho, e para evitar quaisquer dúvidas, torna-se necessário que esse regime seja formalizado. Para esse efeito, a entidade patronal deverá comunicar ao segurador a situação do trabalhador em regime de teletrabalho, com indicação do local onde o trabalho será prestado, bem como do período normal de trabalho.

Para mais informações: enviestudos@enviestudos.com

Referência: Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões

Partilhe este post:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Este website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar no website concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies.