Doenças e Lesões Relacionadas com o Trabalho (2000-2016)

Em setembro, foi publicado o relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Organização Internacional do Trabalho (OIT), com as estimativas das duas organizações sobre doenças e lesões relacionadas com o trabalho entre o período de 2000-2016. O destaque é, sem dúvida, a morte de 1,9 milhões de pessoas devido a doenças e acidentes relacionados com trabalho.

O principal fator de risco apontado no relatório, foi a exposição a longas horas de trabalho (≥ 55 horas por semana), sendo responsável por cerca de 745 000 óbitos. De seguida encontram-se fatores de risco como a exposição ocupacional a partículas, gases e fumos e lesões resultantes do trabalho.

Relembra-se que a exposição a longas horas de trabalho, relaciona-se com o desenvolvimento de maior cansaço e de maior desatenção do trabalhador, podendo originar, além da sobrecarga no seu sistema, a maior probabilidade de ocorrência de erros e mesmo de acidentes de trabalho.

A nível mundial, o número de mortes relacionadas com o trabalho per capita diminuiu 14% entre 2000 e 2016, o que poderá ser explicado por melhorias na saúde e na segurança no local de trabalho. No entanto, o número de mortes e lesões existentes mostram que ainda há um longo caminho para percorrer.
Torne o seu local de trabalho, um local seguro para todos.

Para mais informações: enviestudos@enviestudos.com

 

Partilhe este post:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Este website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar no website concorda com a nossa Política de Privacidade e Cookies.