Em 2015 registaram-se 208.457 acidentes de trabalho, dos quais 161 tiveram como consequência a morte do sinistrado. A maioria dos acidentes de trabalho apurados ocorreram nos setores de atividade, nomeadamente: indústrias transformadoras, comércio por grosso e a retalho, reparação de veículos automóveis e motociclos e construção. No que respeita acidentes mortais, os mesmos ocorreram maioritariamente no setor da construção, na agricultura, produção animal, caça, floresta e pesca e nas indústrias transformadoras.

A Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) comprometida com o controlo dos níveis de sinistralidade e com a garantia das condições de segurança e saúde nos locais de trabalho, organiza, no próximo dia 15 de dezembro, um seminário no âmbito da Campanha Ibérica de Prevenção de Acidentes de Trabalho que, genericamente se focará nas seguintes problemáticas: “Conhecer Melhor para Prevenir Melhor” (no Seixal) e “A Prevenção da Sinistralidade Laboral no Setor das Pescas” (em Peniche).

Serão abordados aspetos relativos à Diretiva Equipamentos de Trabalho, à Avaliação ergonómica de postos de trabalho e prevenção de lesões músculo-esqueléticas, à Cultura urbana e prevenção de acidentes de trabalho, à Segurança e riscos associados aos trabalhos em altura e aos Trabalhos com eletricidade e prevenção do risco elétrico.

Fonte: ACT (http://www.act.gov.pt) e Gabinete de Estratégia e Planeamento (http://www.gep.msess.gov.pt/estatistica/index.html)