Existe uma maior consciencialização dos impactes da indústria no meio ambiente nas suas diversas vertentes e na importância do uso sustentável dos recursos naturais de forma a não comprometer as gerações futuras.

A Resolução do Conselho de Ministros n.º 55/2018, publicada no passado dia 7 de maio, aprovou a Estratégia Nacional de Conservação da Natureza e Biodiversidade 2030. Têm saído diplomas, tais como o Aviso n.º 2434/2018 referente à Adaptação do território às alterações climáticas ou o Aviso n.º 2435/2018 e Aviso n.º 2437/2018 referente à Descarbonização da Indústria: Descarbonização de Gases Fluorados Descarbonização da indústria – Emissões de processo na indústria, respetivamente, que estimulam a adaptação para uma indústria sustentável.

Com o referido anteriormente pretende-se alertar para a constante saída de diplomas e forcing legislativo que tem vindo a surgir nos últimos tempos e que visa a mudança do atual modo de operar industrial para uma indústria sustentável.

Diversos são os desafios para esta mudança e abordam diversas temáticas, tais como:
• Desafio da densidade das fontes de energia – Vantagens e desvantagens das energias alternativa/renováveis;
• A eficiência energética na indústria;
• Interação da natureza e biodiversidade com a indústria;
• Entre outros.

A EnviEstudos, dada a sua experiência na área da sustentabilidade, efetua verificações independentes de questionários voluntários (caso do Carbon Disclosure Project), auditorias LEED, BREAM e LiderA, entre outros serviços relacionados com a sustentabilidade.

Contate-nos por aqui.